Breve coletânea de medos

IMG_2660

Ilustração: Adriana Nascimento

A menina grita de medo, descobriu à pouco que não é mais criança
Medo represado, renovado, reservado
Medo de morrer
Medo de não viver tudo
De viver e não ver
De ver e não fazer nada
Medo de sucumbir à covardia
De não abrir nunca o quarto escuro das piores mágoas
De construir muros e dos muros já construídos
Medo de não me permitir amar, nem que me amem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s